segunda-feira, 27 de julho de 2009

Televisão, quem aguenta ?


Que coisa chata, é você assistir a um programa de variedades nos canais abertos de televisão.

Principalmente aqueles que passam pela manhã.

Quando quero me punir por alguma coisa que fiz - comer mais do que devia, por exemplo - ou por algo que não fiz - arrumar mais a casa, em vez de ficar navegando na Rede, por exemplo - ligo a TV.

Eu espero -sou brasileira, nunca desisto- que naquele dia apareceça alguma reportagem ou entrevista, ou matéria, como chamam, que seja interessante.

Primeiras decepções ! As reportagens ou são muito superficiais, ou mostram o que tooodo mundo já sabe e já viu na outra emissora. E nunca mostrar aquilo que eu esperava.


E as entrevistas ? Alguém precisa dizer para as apresentadoras - sim, geralmente são mulheres, para falarem mais a nossa linguagem, para nos enxergarmos na TV, e assim por diante - que os entrevistados estão lá para falar. A apresentadora pergunta um monte de abobrinhas, que todo o mundo já sabe e os coitados dos entrevistados, para serem educados, respondem calmamente. Mesmo sabendo que as estimadas telespectadoras não são tão alienadas assim.


Isso quando a atenciosa apresentadora não faz uma pergunta exatamente sobre o que eles acabaram de falar. E lá vão os entrevistados novamente repetir tuuudo o que já disseram.

Mas eu ainda não desisto e continuo assistindo. Mesmo brigando com a minha querida apresentadora que "isso ele tinha acabado de falar ... "

Finalmente quando, os convidados iniciam a falar sobre algum aspecto interessante do assunto: qual é o risco de se contrair a doença, qual cor fica melhor para morenas, por que não devemos pular alguma refeição ou coisas do tipo, simplesmente a apresentadora não deixa os convidados terminarem de falar e interrompem com outra grande bobagem.


A essa altura já estou quase jogando o ferro de passar roupas na tela da TV, mas lembro que é nova e eu ainda nem paguei todas as prestações.

E não desisto. E continuo vendo o programa . Afinal tinha repetido duas vezes aquela sobremesa maravilhosa do restaurante e mereço punição severa!


Então anunciam logo após o intervalo comercial a tão esperada reportagem especial sobre ... as novas cores para o verão, ou a última moda de malhas para usar na academia, ou ainda a briga fenomenal do cantor X com a atriz W . Claro que não posso perder!


E fico esperando. E lavo a louça, arrumo os armários, limpo as vidraças. Até esqueço o que estava assisntido. O que é que ia dar mesmo ? Volta o programa, um pouco mais de conversa, dicas superinteressantes e logo após, um rápido comercial, aquela reportagem especial .

E eu molho as plantas, falo com a minha tia ao telefone, e o que é mesmo que ia dar no programa?


Volta a apresentdora e eu largo a sacola com o lixo no meio do pátio e corro para a frente da TV.

Aí vem o golpe final: a minha querida apresentadora incorpora a imagem da minha amiga de infância e diz que tem que me mostar o que ela usa sempre: aquele creme para o cabelo, ou aquele molho de tomates, ou a máquina fotográfica que além de tirar fotos, toca música, mostra seu horóscopo e até fala se vai chover.


Então eu não aguento e decididamente desligo a TV e vou olhar meus emails.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por fazer parte da Vitrine!
Você é especial.
Abraço

Related Posts with Thumbnails