quinta-feira, 11 de março de 2010

Cena urbana

Em Fevereiro, eu voltava para casa, caminhando distraidamente pelas ruas de Capão da Canoa, lugar onde passei o verão. De repente, me assustei com um carro que parou bruscamente à beira da calçada, um pouco a minha frente. Olhando, curiosa e um pouco assustada, vi a motorista, uma jovem senhora, descer correndo do carro, bater a porta e ainda com muita pressa, abrir a porta do banco traseiro do carro. Pude ver quando ela literalmente arrancou do banco traseiro uma menininha, de mais ou menos 4 anos. Ainda com a mesma pressa furiosa, abaixou a calcinha da criança na beira da calçada e fez com que a menina se abaixasse. Eu olhei a cena e diminuí o passo, tentando entender o que estava aontecendo. Então pude ouvir a mãe dizer, quase gritando: Faz xixi aí, e no carro eu não quero ouvir mais a tua voz !


Fiquei sem saber o que fazer . Claro que o bom-senso me fez continuar o caminho. Mas fiquei realmente abalada com a fúria que aquela mãe demonstrou. O que será que a criança tinha feito, assim, tão grave, para que uma pessoa supostamente madura, reagisse daquele modo? E ainda, se fez aquela cena na rua, diante de várias pessoas, o que faria quando estivesse em casa, sem testemunhas ?
Imagem: www.1000imagens.com


Todos passamos por momentos ruins, problemas com trabalho, dinheiro, sentimentos confusos, conflitos familiares, mas penso que é importante agir com ponderação, principalmente quando tratamos com crianças.
E você, o que pensa sobre isso ?

Um comentário:

  1. Isso que somos seres racionais! Ah, tá...!
    Descontrole emocional é um perigo!
    Bjkas, minha linda!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer parte da Vitrine!
Você é especial.
Abraço

Related Posts with Thumbnails