quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Biblioteca

Foi professora oficialmente por 32 anos - digo assim porque agora estou aposentada e só faço trabalhos como voluntária - e durante todo esse tempo foi armazenando muita bagagem, ou melhor, livros, pelos quais tenho muito carinho.

São tantos que organizei uma sala para ser a nossa biblioteca. Pelo menos uma vez ao ano, é preciso reorganizar os livros, tarefa que consegui terminar nessa semana. Ainda não ficou extamente como eu queria, mas está mais arrumadinha.

Essa é a estante maior. Nas prateleiras da direita, coloco os livros didáticos, dicionários, gramáticas. Nas outras, os livros de literatura. Tem de todos os estilos: romances modernos, clássicos, auto-ajuda, literatura juvenil, infantil, biografias ...

Já li todos eles, mas tem alguns livros que merecem ser lidos novamente. Acontece que sempre tem alguma novidade para conhecer ...

E nessa estante menor tem ... lá em cima, algumas coleções que, embora antigas, não tenho coragem de descartar, mais dicionários, atlas e literatura.

Alguns livros que merecem destaque:

Moby Dick, 1851, de Herman Melville, mostra muito mais que uma pesca de baleias pois trata de análises sobre a condição humana.

Crime e Castigo, do escritor russo Fiódor Dosteiéwski, que conta a situação dramática de um rapaz que comete um assassinato.

A leitura de O Processo merece atenção já que mostra uma séria crítica ao sistema, principalmente ao judiciário. O personagem principal Josef K é processado e não consegue descobrir qual a sua culpa .

Nas leituras das obras de Platão encontramos análises filosóficas sobre a sociedade.

A Outra Volta do Parafuso, escrito em 1898, por Henry James é um conto de mistérios e horror em que a personagem-narradora é atormentada por fantasmas.

Gustave Flaubert escreveu Madame Bovary em 1857 e ainda hoje é uma obra que merece ser lida. Conta a história de Emma Bovary, uma dama da sociedade que comete adultério. O livro marca o fim do Romantismo e inicia o período do Realismo, quando a sociedade foi retratada com todas as suas realidades cruéis.

Exposto acima desses, destaquei Romeu e Julieta, de Willian Shaquespeare. Romance que conta a história de um amor proibido.

E junto a esse grupo tão tradicional e clássico da literatura mundial, fiz questão de destacar o Código da Vinci, grande sucesso de vendas e que traz uma proposta inovadora que discute o cristianismo.

2 comentários:

  1. Oi Silvia,
    Desculpa nao ter retribuido antes a sua visitinha no meu blog, e' que como vc deve ter lido por la' eu estava super ausente...
    Mas agora estou tentando colocar as coisas em dia e vim aqui conhecer o seu cantinho...
    Amei, viu? Muito criativo, adorei o "do que e' feito" Estava brincando de adivinhar o que e'!
    Tambem estou te seguindo!

    Beijinhos e tudo de bom!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer parte da Vitrine!
Você é especial.
Abraço

Related Posts with Thumbnails