segunda-feira, 23 de março de 2009

Poesia Inspiradora ...




Poema de Circunstância

Mario Quintana






Onde estão os meus verdes?

Foto:Silvia


Os meus azuis?



O arranha-céu comeu!



E ainda falam nos mastodontes, nos brotossauros, nos tiranossauros,



Que mais sei eu...



Os verdadeiros monstros, os papões, são eles,os arranha-céus!



Daqui



Do fundo



Das suas goelas,

Foto Internet

Só vemos o céu, estreitamente, através de suas



Empinadas gargantas ressecas.



Para que lhes serviu beberem tanta luz?



De fronte



À janela aonde trabalho...



Há uma grande árvore...



Mas já estão gestando um monstro de permeio!



Sim, uma grande árvore muito verde...



Ah, Todos os meus olhares são de adeus



Como o último olhar de um condenado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por fazer parte da Vitrine!
Você é especial.
Abraço

Related Posts with Thumbnails