domingo, 15 de novembro de 2009

Trânsito

Na semana passada, eu estava dirigindo tranquilamente meu carro em uma rua movimentada da cidade quando vivi uma situação horrível: um acidente.
Uma motocicleta saindo da calçada, para estacionar avançou até o meio da rua, sem olhar que havia "carros" circulando.
Ela surgiu de repente na minha frente. Pisei no freio, mas o inevitável aconteceu.
O motorista saltou, bateu no para-brisa e caiu no meio da pista.
Que susto!
Parei e, claro, junto com um monte de gente, fui ver a situação do motociclista.
O restante da historia todos já sabem: a espera angustiante da ambulância (40 minutos), o registro da ocorrência, recolhimento do carro e todos aqueles procedimentos de rotina.
O rapaz foi logo liberado do hospital, com um ferimento na testa.
E eu fiquei pensando: vimos todos os dias os crescentes números de acidentes com as motos e ficamos chocados. Mas, em muitos casos, como no nesse, há imprudênia e falta de atenção por parte dos motoqueiros que se arriscam para ganharem alguns minutinhos.
Peço a todos os motoristas, de carros, motos, caminhões, que tenham mais consciência no trânsito pois muitos acidentes poderiam ter sido evitados.

Imagem: internet
"Virou epidemia. As mortes causadas por acidentes com motos têm aumentado mais que as provocadas por muitas doenças epidêmicas, revelam três pesquisas obtidas pelo GLOBO. Todos os dias, pelo menos 18 pessoas morrem em acidentes de motos Brasil afora: em 2006, foram pelo menos 6.655 mortes em motos, 20% da matança diária do trânsito brasileiro (98 óbitos diários). Em 2001, a média era de 8,5 mortos em motos por dia. As taxas explodiram na última década: mais de 800% de aumento entre 1996 e 2006, de 0,4 para 3,6 por grupos de 100 mil habitantes. "
( O Globo)

Imagem: www.conexaoparis.com.br

Lembretes: (que todos sabem mas às vezes, não praticam)

O motociclista deve frequentemente revisar os equipamentos para sua segurança: pneus, freios, luzes indicativas, etc.

Não esquecer dos itens importantes que em caso de acidente, ajudam a proteger, como capacete, luvas, calçado fechado, roupas resistentes.

Procurar manter a distância segura entre os outros veículos e evitar andar em altas velocidades.

Imagem: www.clickpb.com.br

Crianças menores de 7 anos não podem ser conduzidas em motocicletas.
Os condutores de moto, assim como de outros veículos, devem estar sempre atentos a tudo o que acontece ao seu redor.

Um comentário:

  1. Olá Silvia
    Fico feliz que tudo acabou bem, graças a Deus não teve maiores problemas, já que ninguem se feriu.
    Concordo, existe muita imprudência.
    Com muito carinho BJS.

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer parte da Vitrine!
Você é especial.
Abraço

Related Posts with Thumbnails